O telefone celular morreu

.:Um título catastrófico para indicar uma leitura? É uma homenagem ao jornalismo diário:.

Quem fala dessa morte é o pesquisador italiano Federico Casalegno (do Instituto de Tecnologia do Massachusetts) em uma entrevista curta publicada no Circuito Integrado sobre uso  dos celulares. Não é nenhuma novidade, mas confirma o que a gente comenta, faz e observa todos os dias.

FOLHA – Qual é o futuro dos telefones celulares?
CASALEGNO – Vou dizer algo provocativo, mas tenho certeza de que você vai entender: o telefone celular está morto. O celular, como nós o conhecíamos, não existe mais. Celulares são pré-históricos. Eles eram algo que se usava para fazer chamadas telefônicas, mas, atualmente, até os modelos básicos têm câmera, por exemplo. E, nos mais avançados, você pode navegar na internet, usar mensageiros instantâneos, brincar com jogos, criar vídeos. Então, basicamente, eles são máquinas computacionais portáteis. Com acesso a Wi-Fi, um navegador de capacidade completa… Eu acho que a tecnologia touchscreen é muito poderosa por ser intuitiva e amigável. Não posso prever o futuro, mas a tendência é que os celulares se comuniquem mais e mais com objetos. Há o Bluetooth, comunicação por campo de proximidade e celulares com radiotransmissores cada vez mais baratos, que permitem a você se comunicar em qualquer lugar. E, finalmente, você tem o GPS, a localização no ambiente urbano. A grande diferença entre essas máquinas computacionais e os computadores é que os últimos são basicamente feitos para calcular, para computar. Os celulares, que têm computação portátil, são objetos para se comunicar não só com amigos, mas com serviços, com a cidade, com o ambiente urbano, e assim por diante.

Para ler o resto da entrevista, clica aí: Celulares

7 respostas para O telefone celular morreu

  1. adriamaral disse:

    Bom isso não é novidade, é só para confirmar o que já estamos vendo. Casalegno foi da minha banca de qualificação do doutorado e costuma dar uns cursos bem legais. O livro dele saiu pela ed. sulina.

  2. Jana disse:

    Publiquei suas indicações. Beijos e saudades.
    PS: A Nina chega mês que vem!!!

  3. Marco disse:

    Não tenho ceclular, não gosto. Esse negócio de as pessoas me achar a qualquer hora e em qualquer lugar me irrita. Mais ainda por elas acreditarem piamente que eu teria a obrigação de atender. Só faltava essa agora de gps portátil. As pessoas vão se rastrear mutuamente. As novas tecnologias anunciam o grande irmão. Arre, vou morar numa caverna.

  4. Blog do Lino disse:

    A tecnologia avança, se aperfeiçoa. O celular, sob este ponto de vista, não morreu. Evoluiu.

  5. Hermes disse:

    O meu celular quebrou há dois meses…é bronca pois utilizo muito durante o plantao toda quinta e domingo…para realizar chamadas ao 190…tá sendo uma loucura os plantões…estresse total!

  6. Hermes disse:

    Há esqueci de falar que to procurando um celular que tenha gps…e nao seja como serviço da operadora, pois os celulares que vi possuem os serviços como alternativa de mapa (ou seja sao serviços pagos). que nao me convem…desejaria apenas aqueles com a função de coordenadas para utilizar nos laudos…

  7. Ramão Carvalhais disse:

    Nada a ver. Eu ainda uso o tijolão da Nokia que só manda mensagem de texto e faz ligação e funciona bem. Não precisa desses frufru de entrar no Orkut pelo celular. Outro dia um guri de cinco anos me filmando com celular! Muleque safado! Tinha é que dar um tapa nos beiço dos pai desse minino. Derrepente já tá até fumando droga e vendo mulher pelada no celular.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: