Voltei!

Estou retomando a atualização do Karapanã. E já quero logo ir picando com a fala de um cara, que, pelo pouco que conheço, tem tudo a ver com alguns apelidos que colocaram nele, tal como “mastodonte que rosna contra os ventos da mudança” (segundo a Folha de SP de hj). Veja o que o historiador britânico Andrew Keen, autor do livro “The Cult of amateur. How todays Internet is killing our culture”, diz sobre a internet e os blogs.

“KEEN – Tenho blog para vender o livro e construir minha marca. A internet é uma grande plataforma de marketing, mas é preciso ter algo por trás. Meu livro não defende que as pessoas não tenham blogs, apenas que não finjam que são substitutos da mídia tradicional ou representantes de fontes de informação confiáveis sobre o mundo. Como as pessoas saberiam da crise aérea brasileira, por exemplo, sem jornalistas profissionais? Iam ter de se basear em blogueiros, que podem ser representantes das companhias aéreas ou do governo?” (parte de uma entrevista para FSP, de hj)

Será ironia? Ou não perdeu tempo de puxar saco da Folha e de demonstrar que entende de vender livros, mas não de analisar o caso que ele pegou como “mero exemplo”?

14 respostas para Voltei!

  1. Oi, moça. Que bom que vai voltar a atualizar o blog. Tenho que linkar você novamente; na mudança, alguns links ficaram no caminhão.

    abraço.

  2. adrix disse:

    Concordo qdo ele diz que o jornalismo nas midias tradicionais, tais como TV e impressos, ainda nao foi superado pelos blogs ditos jornalísticos. Ou seja, o jornalista profissional nao é dispensável, como querem fazer pensar os pseudo jornalistas da web 2.0.
    ——-
    Adrix,
    no caso usado para análise – crise aérea – ele se deu mal. Não concordo. Pra mim, há muitos temas melhores tratados nos blogs, inclusive de bons jornalistas com blogs, que são mais explicativos e menos malucos que as “reportagens” da mídia tradicional. Existem pseudo- jornalistas tb nas redações.

  3. juca disse:

    Acho essa discussão uma grande chatice, Lain.
    Nunca vi nem quero ver meu blog como …er…jornalismo….rs.
    Vc pega na veia a querela quando fala sobre os “ditos jornalísticos”.
    Mas se o “mercado” não está “dando conta”, paciência.
    Discuta-se a questão com as empresas, não com os blogueiros.
    Bjs prá ti.

  4. Alê, legal seu retorno!

    Li na Folha….Gostou do Pequeno Poney Punk, por 24h?
    😆

    Bjs, boa semana
    —————-
    Milton, haha.. super engraçado o pequeno poney “cinderela” punk..rsrs..
    bjs

  5. Denis disse:

    Acho que o Andrew Keen é o “contraponto oportunista da vez”. Ele idenficou uma área que tá ascendendo na academia e percebeu que poucas pessoas a criticam, então porque não falar mal e atrair a atenção para si? Tudo pelo marketing pessoal…

    Acho interessante refletir sobre os interesses por trás das novas mídias, já que sabemos desde o berço quais são os interesses por trás das “velhas mídias”, rsrs

    Bjs Alê!

  6. Hermes disse:

    Relaxa e goza. Hoje é o dia do orgasmo.

  7. o que eu posso dizer é que o karapanã, pelo menos, sempre contribui para a minha cultura. ; )

    E o Sambaum sempre para o meu bom humor..rs

  8. aiaia mais um marketeiro querendo se fartar..r.rs

  9. Doris disse:

    Too much pra mim…

  10. hanny disse:

    aff! marketing pessoal para um livro sem reflexão…
    “Meu livro não defende que as pessoas não tenham blogs, apenas que não finjam que são substitutos da mídia tradicional ou representantes de fontes de informação confiáveis”
    alguém que diz uma coisa dessas é que é “confiável”? falou heim rsrs

    alê, hoje estaremos de volta ao lerê-lerê. tô com uns filminhos aqui… hmmm acho que vai gostar.

    bjo

  11. Thaís Bergami disse:

    Opâ… Muito bom ver o Karapanã de volta. =-)
    Sobre os blogs… melhor pedir ajuda aos universitários..rs..
    Beijos menina Ale.

  12. rogério christofoletti disse:

    Estou elaborando uma lista de pesquisadores em comunicação que mantêm blogs. Te coloquei na lista, mas você pode ajudar a aumentá-la, seja mandando sugestões ou passando essa lista pra frente. Abraços.
    Veja aqui: http://monitorando.wordpress.com/2007/07/30/lista-de-pesquisadores-blogueiros/

  13. Cássia disse:

    O Noblat é o exemplo do jornalista que faz jornalismo via blog.
    O Kibeloco é o exemplo do humorista que faz humor-jornalismo via blog.
    A Rosana Hermann e a Cora Rónai são exemplos de jornalistas que vivenciam também suas profissões nos blogs.
    Há outros bons exemplos, acredito eu.
    Branco Leone por exemplo, tem utilizado o blog dele para alavancar a editora dele.
    Não vejo necessidade da pessoas desejarem classificar ou qualificar as mídias como se fossem excludentes.
    Como você mesma já observou, há bons e maus em todos os cantos.

    Ale! Já foi no novo point da Joaquim Lyrio, aquele café?!
    Tá bombando.
    Ainda não fui lá.
    Se bem que eu adooooooooro a padaria que tem perto dali, para um papo e um expresso, com direito a jornal e um tratamento de primeira!😉

  14. é muita informação na revista da marca, adorei toda produção ; )) sobre meias ontem descobri um link maravilhoso vou postar já já ;)) bjssssssss

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: